• redacaosmartbusine

Black Friday 2022 deve movimentar R$ 6,05 Bilhões no E-commerce brasileiro


Pesquisa indica cenário otimista com crescimento de 3,5% em relação ao ano passado, mas ressalta a importância do planejamento para otimizar os resultados.




Uma das datas mais importantes para o varejo mundial, a Black Friday representa a largada para as compras de Natal e atrai milhões de consumidores em busca de descontos expressivos. Uma projeção da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) aponta que o período deve movimentar R$ 6,05 bilhões no e-commerce brasileiro. Segundo o levantamento, o número de pedidos on-line deve ultrapassar os 8,3 milhões.


O estudo revela que as categorias mais aquecidas este ano serão: telefonia, eletrônicos, informática, eletrodomésticos e eletroportáteis, moda, beleza e saúde.


Apesar dos números volumosos, o montante representa um aumento de 3,5% em relação a 2021. Segundo a ABComm, o crescimento tímido é uma tendência para as datas especiais deste ano, mas não deixa de ser uma oportunidade importante para o empreendedor otimizar seus resultados.


O e-commerce cresceu em média 3% no primeiro semestre de 2022 em relação aos primeiros seis meses de 2021, um pouco abaixo dos 5% previstos. Os motivos orbitam diversas variáveis, como o aumento dos combustíveis, já que a recente diminuição do preço não se aplicou ao diesel – que é responsável pela maior parte do transporte de produtos.


A menor oferta de frete grátis também impacta as vendas. Uma pesquisa da ABComm aponta que o preço do frete pode influenciar até 90% a decisão de compra de um item nas vendas pela internet.



Outros motivos, como o boom do e-commerce na pandemia, o retorno das vendas presenciais e eventos como Copa do Mundo e eleições 2022 também podem afetar as vendas durante a Black Friday.


Em 2021, a modalidade “pick up in-store”, na qual o cliente faz o pedido on-line e retira presencialmente na loja, apresentou crescimento de 139% no período. Os dados demonstram a importância de o varejo on-line caminhar sempre ao lado do modelo tradicional.


É importante que as empresas estejam atentas às pesquisas e aos órgãos que estudam o movimento do mercado para traçar estratégias que auxiliem na tomada de decisões. Apesar dos desafios da economia e do crescimento leve no setor, o volume de receita é um estímulo aos empreendedores nessa data”, explica Alexandre Crivellaro, diretor de inteligência de mercado da ABComm.


A Black Friday já se consolidou no calendário, não só no comércio eletrônico, mas no varejo em geral ao longo dos últimos anos e, mesmo com um crescimento estabilizado, empresas de vários segmentos podem se beneficiar desse cenário que gera aumento de resultados. Segundo a ABComm, o segredo é focar em planejamento para atender às demandas e otimizar as oportunidades.


É uma data que as pessoas esperam um volume maior de vendas, uma vez que já caiu no gosto popular. Os consumidores esperam esse período para comprarem diversos produtos, que geralmente são mais caros, com um desconto mais atrativo. É muito importante que os varejistas sempre se antecipem para atenderem a esse aumento de vendas por meio da preparação de estoque, logística e dos canais de atendimento pós-venda”, finaliza Alexandre Crivellaro.


Sobre a ABComm

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) surgiu para fomentar o e-commerce com conhecimentos relevantes e auxiliar na criação de políticas públicas para o setor. A associação reúne representantes de lojas virtuais e prestadores de serviços nas áreas de tecnologia, mídia e meios de pagamento, atuando frente às instituições governamentais, em prol da evolução do mercado. A entidade sem fins lucrativos presidida por Mauricio Salvador conta com diretorias específicas criadas para aprofundar discussões, entre elas: Omnichannel; Relações Governamentais; Mídias Digitais; Relações Internacionais; Meios de Pagamento; Capacitação; Desenvolvimento Tecnológico; Empreendedorismo e Startups; Jurídica; Métricas e Inteligência de Mercado; Crimes Eletrônicos; e Marketing. Para mais informações, acesse: www.abcomm.org.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Fale com a gente:

redacao.smartbusiness@gmail.com