• redacaosmartbusine

Como criar um canal de sucesso no Youtube


Como criar um canal de sucesso no Youtube

Youtuber famoso por vídeos de reviews de produtos tecnológicos aponta os principais passos e dicas para quem deseja construir um canal bem sucedido na plataforma.



O YouTube é, sem dúvida, o lugar ideal para aqueles que querem trabalhar com vídeos no mundo digital. Por outro lado, ter um canal com milhões de visualizações e inscritos não é um caminho fácil. Marques Brownlee, também conhecido como MKBHD, é dono de um dos canais mais famosos da plataforma e tem fundamentos para compartilhar com quem deseja se tornar um YouTuber de sucesso.


Estas e mais dicas estão disponíveis em aula completa na Skillshare, maior plataforma de aprendizagem online do mundo para criativos.


É preciso muito mais do que equipamentos sofisticados para se tornar um criador de conteúdo de sucesso. O próprio Marques Brownlee, por exemplo, começou gravando vídeos no porão da casa de seus pais, com o que tinha disponível naquele momento. A comunidade criativa da Skillshare aprende exatamente isso na plataforma: como tirar seus projetos do papel e começar a colocá-los em prática, a partir do conhecimento que professores compartilham na plataforma”, diz Nicolas Scafuro, VP e Head of International da Skillshare.


As estratégias que Marques Brownlee aprofunda em aula de 1h14 minutos de duração, servem para direcionar e inspirar quem sonha em trabalhar com conteúdo no YouTube. São fundamentos que podem ser aplicados em qualquer projeto, independente do nicho ou do tema.


Confira a seguir seis dicas de Marques Brownlee, que estão disponíveis em conteúdo completo na plataforma da Skillshare.



Escolhendo um tema

A primeira e mais importante dica, que Brownlee sempre seguiu e compartilha com quem está em busca de turbinar seu canal ou começando do zero, é: faça vídeos aos quais você gostaria de assistir. Embora pareça óbvio, determinar um tema que será abordado no canal é o ponto de partida para movimentar o projeto.


Comece com uma pergunta simples: como eu posso compartilhar a minha experiência com os outros? As respostas serão úteis para qualquer tema abordado, desde uma experiência com um produto, uma opinião sobre determinado assunto ou até mesmo uma história de vida. Fazer perguntas é o caminho para esclarecer quais são seus objetivos.



Planejamento e pesquisa

Ter um roteiro é indispensável, mas para isso é necessário fazer um bom planejamento. Com o conteúdo em mente, é hora de começar a anotar todas as informações mais importantes sobre o tema que será abordado nos vídeos. Nessa etapa, faça muita pesquisa para coletar a maior quantidade de informações, técnicas ou não, sobre ele.

A partir disso, conseguirá planejar a forma mais acessível e envolvente de comunicar seu conteúdo com os espectadores. O youtuber propõe outra pergunta importante: com quem você quer se comunicar? Isso ajudará a definir o público que criadores de conteúdo querem atingir e atrair para seus canais.



Os aspectos de um bom roteiro

É fundamental manter a espontaneidade no vídeo, porém, o especialista afirma que prefere anotar 98% do conteúdo que será gravado em frente às câmeras. Ao escrever um roteiro, dois públicos devem ser considerados: o que consome vídeos no YouTube em busca de entretenimento e o que está interessado em se informar, seja para uma decisão de compra e consumo, ou não.


Os dois públicos podem ser atingidos com um roteiro que entretém e é divertido, ao mesmo tempo em que, compartilha informações importantes sobre determinado assunto ou produto. O entretenimento deve aparecer sempre no início do vídeo para introduzir o público a um enredo. Busque sempre criar uma conclusão que faça as pessoas pensarem: “é por isso que assisti a esse vídeo”.


Tempo e ação também devem ser respeitados. Se o vídeo propõe uma pergunta, por exemplo, ela deve ser respondida logo nos primeiros cinco minutos. Assim como o que aparece no título do vídeo deve ser mencionado logo no início, para evitar frustrações e que pessoas abandonem o conteúdo em busca de outro.




Hacks para um conteúdo envolvente

O hack conhecido como “fio comum” basicamente conecta todo o enredo durante o vídeo, deixando o conteúdo coeso, envolvente e que desperta a sensação de satisfação no público. Esta técnica pode ser baseada em um aspecto positivo ou negativo sobre o assunto para contextualizá-lo com algum outro tema do passado. Pode ser uma versão mais recente de um smartphone ou um novo filme de um diretor famoso que estreou nos cinemas, por exemplo.


Outro hack útil e aplicável para qualquer tema é: “a questão orientadora”. Usá-la em vídeos que trazem perguntas no título é uma ótima estratégia para revelar respostas ao fim do vídeo, como por exemplo: é bom? Vale a pena? É melhor do que a versão anterior?

Aplicá-los pode despertar uma sensação de propósito e utilidade para o público, ao mesmo tempo em que acrescenta uma dose de entretenimento e diversão aos vídeos.



Visuais para o canal

Existem muitas formas de encontrar um visual para os vídeos, e isso está diretamente relacionado à identidade do canal. Durante as gravações de reviews de produtos tecnológicos, Brownlee sempre considera trazer uma sensação de realismo, demonstrando como é segurar um produto, quais são suas texturas e sons que ele produz. A dica é apostar em uma boa iluminação para gravações em ambientes internos e externos para criar realismo.


Explorar diferentes ângulos durante as gravações também ajudam a despertar sensações no público. Filmagens em primeira pessoa colocam o espectador no lugar de quem está gravando, enquanto em terceira pessoa geram uma perspectiva ampla do ambiente. Filmagens aleatórias e divertidas criam uma introdução original, que será associada ao seu canal.


O ideal é encontrar o equilíbrio ao experimentar diferentes perspectivas para que o vídeo não corra o risco de entediar o público ou confundi-lo com uma grande quantidade de informações.



Atraindo seu público e fazendo seu canal crescer

Até mesmo os canais bem-sucedidos enfrentam dificuldades quando os assuntos são métricas, algoritmos ou engajamento. Muitos criadores de conteúdo irão se deparar com o fato de que grande parte do público que assiste aos vídeos não está inscrito no canal ou sequer logado na plataforma.


O número de visualizações e inscritos não são os únicos indicadores de um canal de sucesso. É importante também se manter atento às taxas de retenção, que são exibidas em um gráfico disponibilizado pela plataforma alguns dias após a publicação.


Esses gráficos geralmente começam bem, em torno de 100%, mas logo apresentam quedas. Os picos ao longo desses gráficos podem indicar quais conteúdos foram mais interessantes para o público, basta observar em qual parte do vídeo eles aparecem. Assim, poderá reproduzi-los em outros vídeos e definir estratégias para gerar mais engajamento.


Embora o algoritmo da plataforma esteja em constante atualização, Brownlee acredita que eles sempre recompensam conteúdos de qualidade. Portanto, se preocupar em criar um padrão de qualidade ainda é a melhor solução para driblar algoritmos e conquistar métricas a seu favor.




Sobre a Skillshare

Skillshare™ é a maior comunidade online de aprendizagem do mundo para pessoas criativas. Com mais de 830 mil assinantes e mais de 40 mil aulas em vídeo explorando uma ampla diversidade de disciplinas criativas, de design gráfico a fotografia, pintura e ilustração a design de interiores - ministradas por especialistas do setor, incluindo Jonathan Van Ness, Aaron Draplin, Emily Henderson, Thomas Frank, Rebecca Minkof, Jeff Staple e muito mais. A Skillshare é uma produtora de conteúdo original e uma plataforma aberta, onde qualquer pessoa que atenda aos nossos padrões e diretrizes pode enviar uma aula e obter renda. A missão da Skillshare é inspirar a descoberta e o crescimento por meio da criatividade. Para saber mais, acesse: www.skillshare.com.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Fale com a gente:

redacao.smartbusiness@gmail.com