• redacaosmartbusine

Mercado Pet brasileiro deve crescer 14% em 2022


Mercado Pet brasileiro deve crescer 14% em 2022

Setor de serviços para animais movimentou mais de R$51,7 Bilhões no último ano e se mantém como ótima oportunidade para quem deseja empreender



Com a alta procura por cuidados com animais de estimação, o mercado pet está aquecido para expansão. Segundo a projeção do Instituto Pet Brasil - IPB, a área deve crescer 14% até o final de 2022, aumentando o faturamento de 51,7 bilhões conquistado no último ano.


A movimentação positiva foi uma das grandes impulsionadoras de novos negócios, como a criação de franquias especializadas no segmento, tais como a EcoCão Espaço Pet, focada no bem-estar animal, e a Doggi, primeira franquia de serviços para cachorros agendados por app no país.


Buscando olhar as necessidades dos animais com mais carinho, a EcoCão Espaço Pet começou sua expansão no início deste ano. Nascida em Curitiba, capital do Paraná, a rede investe em cuidados alternativos para os animais, como banhos de ofurô acompanhado de tratamento de cromoterapia, ozonioterapia, massagem e técnicas de relaxamento com aromaterapia e florais. Com um investimento inicial de R$ 125 mil - já incluso a taxa da franquia - e um retorno em até 18 meses, cada unidade pode oferecer os serviços focados no afeto e bem-estar, além de contemplar cuidados especiais com creche e até puppy class (treinamento para cachorros).


Para Patrícia Sprada, CEO da rede, o mercado está bastante movimentado. “O brasileiro passou a cuidar mais dos companheiros em casa. Esses cuidados deixaram de ser um luxo, porque hoje os tutores entendem isso como necessidade para os animais”, compartilha a executiva, que pretende chegar a dezembro com um faturamento de R$ 13 milhões.



Com menos de um ano de operação, a Doggi, primeira franquia brasileira de serviços e cuidados para cachorros com agendamento por aplicativo, já ampliou o seu leque de serviços para atender a alta demanda do setor. Antes, o atendimento era voltado para banho e tosa de cães (com taxi dog) e, mais recentemente, passou a oferecer vacinação a domicílio, dog walker, creche e hospedagem para cachorros. A rede possui duas unidades localizadas em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, e cada loja começa a operar com um investimento inicial de R$ 90 mil - incluso a taxa de franquia - e conta com todo o suporte da empresa para atender as necessidades da região com uma previsão de retorno em até 24 meses.


De acordo com Rodolfo Calvo, sócio-fundador e CPO da Doggi, a expectativa de faturamento da rede para este ano é de R$ 16,2 milhões e, para alcançar estes números, o executivo aposta na movimentação do mercado. “Com a economia no setor gerando mais de R$ 50 bilhões por ano, o mercado se torna fértil para novos investimentos. Por isso, é importante avaliar as necessidades de cada local atendido para levar as melhores soluções para os tutores e seus animais”, afirma o executivo, que analisa outras formas de expansão para suprir as demandas do setor.



Fonte: Assessoria de Imprensa

Fale com a gente:

redacao.smartbusiness@gmail.com