• redacaosmartbusine

São Paulo Futebol Clube lança hub de Inovação


São Paulo Futebol Clube lança hub de Inovação

Reunindo um verdadeiro ecossistema de startups e especialistas, o Inova.São busca desenvolver soluções que aumentem as receitas e competitividade esportiva do clube.




Em sintonia com uma tendência em crescimento no esporte, o São Paulo Futebol Clube inaugura o Inova.São, o seu Centro de Inovação Aberta, localizado dentro do estádio do Morumbi. A estimativa é captar nos 3 primeiros anos de operação investimentos em até R$ 6 milhões, que custearão o projeto sem que haja um aporte financeiro inicial do Clube.


A iniciativa objetiva desenvolver e implantar soluções inovadoras que permitam aumentar as receitas e a competitividade esportiva do Clube. O projeto já conta com as parcerias estratégicas da Deboo – especializada em Web3 – e da Sportheca – fábrica de startups para o mercado esportivo.


A concepção do projeto e a definição dos parceiros para viabilizar a operação do Inova.São, assim como suas primeiras entregas, vêm sendo trabalhadas pela Diretoria de Inovação do São Paulo desde que foi criada pelo presidente Júlio Casares, em julho de 2021”, explica Wladimir Castro, executivo do departamento de Inovação do Clube e mestre em Criação e Gestão de Empresas Inovadoras pela Universidade de Valência.


Segundo Castro, a maioria das inovações adotadas por clubes de futebol no Brasil envolve a adoção, com eventuais otimizações, de produtos existentes e trabalhados em larga escala também em outros players. No Inova.São, o foco não é replicar, mas sim desenvolver soluções inovadoras e inéditas para o São Paulo, com a possibilidade de trazer novas fontes de receitas e aumentar a competitividade esportiva do Clube.


Esses ganhos virão a partir do sucesso de cada projeto “nascido” dentro do hub à medida em que forem se desenvolvendo e obtendo crescimento e resultados. “O São Paulo é um excelente lugar para desenvolver e validar bons projetos”, afirma Castro.


Para criar um ambiente inspirador e impulsionar novas ideias, o Inova.São terá uma área dedicada no Morumbi com vista para o gramado. O espaço, inicialmente de 300 m², está localizado na área do Morumbi Concept Hall, no anel inferior do estádio, e vai funcionar como um coworking, reunindo startups e desenvolvedores. A ideia é que no local circulem profissionais de universidades, de empresas, mentores, especialistas, sócios, torcedores, investidores e startups de todo o mundo, para formar assim o ecossistema de inovação que vai compartilhar conhecimento e recursos em prol do desenvolvimento do clube. A Escola de Educação Física da USP (Universidade de São Paulo), a primeira instituição de ensino a fazer parte do ecossistema, firmou um convênio de colaboração com o hub, assim como a organização social de cultura IDBrasil, responsável pela gestão do Museu do Futebol, que aportará conhecimento qualificado para preservação de coleções, mediação de conteúdos e difusão do futebol em ações culturais e educativas.



O Inova.São será operacionalizado pelas parceiras Sportheca e Deboo. "Temos muito orgulho de participar da criação do centro de inovação do São Paulo, um dos maiores clubes do Brasil e do mundo. Essa iniciativa, que será referência no país, prevê identificar oportunidades, desenvolver soluções para o clube e escalar novos negócios na área de sportstech", explica Eduardo Tega, CEO da Sportheca.


O Inova.São conta também com uma metodologia própria de trabalho, desenvolvida utilizando as principais ferramentas e as melhores práticas em abordagens de inovação, e que será empregada na condução das diferentes atividades do hub. “Não se trata de uma iniciativa ou de um projeto único, pois a articulação das três pontas –espaço de coworking, ecossistema e metodologia-- permite estabelecer um ambiente e uma cultura inovadores de forma duradoura. Ao se apropriar da tecnologia como meio e não como fim, e ao se conectar com as melhores mentes - estejam onde estiverem - nós vislumbramos a implementação ágil de novas soluções que trarão melhora na performance esportiva do clube, aumento do engajamento de fãs e também na receita gerada”, pontua Eduardo Paraske, co-fundador da Deboo.



DNA Inovador

Ao longo do tempo, o São Paulo sempre foi protagonista em aportar inovações para o futebol, para seus atletas e seus torcedores. Exemplos disso são o Centro de Treinamento da Barra Funda, o CFA de Cotia (Centro de Formação de Atletas Laudo Natel), o Reffis (Núcleo de Reabilitação Esportiva Fisioterápica e Fisiológica), o primeiro programa sócio torcedor do Brasil e o projeto do Estádio do Morumbi.


No lançamento do Inova.São não foi diferente. Em parceria com a Deboo, participação da Sportheca, apoiadores, ex e atuais atletas, além de potenciais investidores, ocorreu uma etapa de co-criação a partir de um workshop estratégico que trocou o Design Thinking das salas de reunião pelo gramado do Morumbi.


Recentemente, em parceria com a Sportheca, o São Paulo foi o primeiro clube a aderir ao aplicativo da OneFan, que privilegia o engajamento do torcedor e entrega conteúdos exclusivos, interação e a possibilidade de recompensas e resgates, a partir da inteligência de dados com base no comportamento dos usuários. Agora, no momento de lançamento do Inova.São, outros dois projetos já estão em andamento: o Censo Tricolor e o Terra dos Campeões.



Censo Tricolor

Em uma iniciativa inédita, em parceria com a PH3A – empresa especialista em criação e gestão de Big Data, o São Paulo vai realizar o 1º Censo do Futebol brasileiro, com alcance global e buscando coletar informações para conhecer a fundo ao menos 10 milhões de torcedores. Usando tecnologia de big data, o clube vai poder oferecer produtos alinhados com as preferências de seus torcedores. O Censo vai se tornar um poderoso, completo e preciso instrumento de informação, de relacionamento e de engajamento entre o São Paulo e sua torcida, representando também uma grande alternativa de monetização.



Terra dos Campeões

Pensado para valorizar o passado, agir no presente e construir o futuro, o projeto Terra dos Campeões é sobre legado. O projeto será desenvolvido em uma área do centro de treinamento do Tricolor em Cotia, que será destinada ao plantio de árvores em homenagem aos ídolos do clube. Seu foco é construir uma grande experiência de engajamento para os torcedores e fãs do São Paulo, que poderão adquirir árvores e experiências, entre outros produtos e serviços também no ambiente digital. Para isso, serão usados princípios de Web3 - em parceria com a Deboo - que atuarão na geração de receita e no fortalecimento da comunidade são-paulina dentro do metaverso. A expectativa é que o público comece a ter contato com a iniciativa a partir de agosto de 2022.



Mais informações sobre o Inova.São no site:

http://www.inovasao.com.br



Fonte: Assessoria de Imprensa

Fale com a gente:

redacao.smartbusiness@gmail.com